Relato de viagens. Compartilhando experiências, dicas criativas, fotos e orientações práticas para você programar a sua viagem. E Vamos Nessa!

Compartilhe

sábado, 25 de agosto de 2012

Machu Picchu - Cidade sagrada dos Incas

Santuário de Machu Picchu com vista para o Huaynapicchu
Vista do Santuário de Machu Picchu e a montanha Huaynapicchu


Visitamos Machu Picchu em janeiro de 2011. Em uma escala do voo Taca Brasília/Miami, aproveitamos a oportunidade e passamos 5 dias entre Lima, Cusco e Machu Picchu.
Em 1983 o "Santuário histórico de Machu Picchu" foi declarado pela Unesco, Patrimônio Cultural e Natural da Humanidade. Uma enorme riqueza cultural, histórica e natural dos povos andinos e dos peruanos.

Como chegar a Machu Picchu

Há várias maneiras de chegar à Machu Picchu partindo de Cusco: de trilha, só para os aventureiros bem dispostos, leva uns 5 dias e ainda tem que ter disposição para subir à cidade de Machu Picchu. De trem partindo de Cusco, a viagem dura cerca de 4 horas, ou fazendo o tour do vale sagrado e no final da tarde desce em Ollantaytambo, e pega-se o trem até a cidade de Aguas Calientes.

A nossa opção foi fazer o tour do vale sagrado. Este tour visita outros sítios arqueológicos incas. O bom é que nestas visitas você adquire informações sobre o império Inca e quando chega-se ao santuário de Machu Picchu tem-se mais vivência para compreender o significado desta cidade inca construída em cima das montanhas.

A agência de viagens de Cuzco QORIANKA TOURS Agência de Viagens y Turismo encarregou-se de fazer a reserva em um hostel de Aguas Calientes para passarmos à noite, e no dia seguinte às 5:30 da manhã partimos rumo a cidade sagrada de Macchu Picchu.

Os ingressos do trem Perurail  foram comprados no site da empresa, ainda no Brasil ao custo de US$35.00 ida no trem Expedition e volta ao custo de US$64.00 no trem Autowagon. Os vagões são muito confortáveis e oferecem lanche à bordo.

Além disso para se alcançar Machu Picchu é obrigatório a compra do bilhete de ônibus, se não quiser ir à pé pela trilha inca. Só há uma empresa autorizada a fazer este trajeto e o bilhete de ida e volta custa USD15,00 dólares. O trajeto tem 14 km e demora 25/30 min para ser percorrido.

Onde comprar o ingresso para visitar Machu Picchu

Quanto ao ingresso para a cidade sagrada ele é vendido pela Internet no site MachuPicchu.gob.pe ou mesmo pelas agências de viagens relacionadas no site. Se houver a intenção de visitar a montanha Huaynapicchu, donde se tem uma impressionante vista da cidade sagrada, deve-se também comprar o ingresso com antecedência junto ao ingresso da cidade de Machu Picchu O acesso ao parque está limitado a 2.500 visitantes por dia e a subida à montanha Huaynapicchu é restrita a dois grupos de 200 pessoas cada. O primeiro grupo está marcado para saída às 7h e o segundo grupo às 10h.

Santuário de Machu Picchu
É recomendável chegar cedo no santuário de Machu Picchu porque aproveita-se melhor a paisagem, sem muitos turistas ao seu redor, maior facilidade para se contratar um guia (imprescindível) , e no verão tem-se temperaturas mais amenas. Umas 6 horas são suficientes para se conhecer todo o complexo.

Santuário de Machu Picchu

Depois da visita a Machu Picchu retornamos para o povoado de Aguas Calientes, almoçamos em um dos inúmeros restaurantes disponíveis e às 16:30 pegamos o trem com destino a Ollantaytambo.

Estação de trem de Aguas Calientes, partindo de Machu Picchu a Ollantaytambo
Estação de trem em Aguas Calientes

Na cidade de Ollantaytambo, logo na saída da estação, há inúmeros perueiros oferecendo o transporte até Cuzco por S./10 soles. Assim que a lotação da van é completada elas partem em disparada, sem nenhuma segurança. Os locais também utilizam-se do transporte das vans, e a oportunidade de conversar com eles torna a viagem mais interessante.

Leia também: