Relato de viagens. Compartilhando experiências, dicas criativas, fotos e orientações práticas para você programar a sua viagem. E Vamos Nessa!

Compartilhe

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Buenos Aires aluguel de apartamento na Recoleta e passeios

Figuras de Jorge Luis Borges, Carlos Gardel e Alfonsina Storni no Café Tortoni
Figura de Jorge Luis Borges, Carlos Gardel e Alfonsina Storni

06/06/2012 - Décimo terceiro dia  de Brasília a Buenos Aires de carro.

Fizemos a travessia de Colonia del Sacramento para Buenos Aires com tranquilidade e rapidez. O policial que nos abordou na saída do Puerto Madero, após o exame dos documentos, pediu para verificar a bagagem. Quando viu a quantidade, acho que desanimou e mandou-nos seguir tranquilamente.

Aluguel de apartamento em Buenos Aires


A cidade hoje é bastante conhecida dos brasileiros que, aproveitando o  câmbio favorável , lotam seus hotéis e restaurantes. Utilizamo-nos, no entanto, de um meio de hospedagem ainda pouco difundido entre nós, que é o aluguel de apartamento para temporada. Via internet, fizemos nossa reversa através do site  http://www.bytargentina.com/, pagando apenas uma taxa de reserva de U$45,00. O  apartamento de 2 quartos, localizado no coração da Recoleta - Posadas com Rodrigues Pena- , superou nossa expectativa: Muito bem equipado, com internet e tv a cabo, roupas de cama impecáveis, ar condicionado e aquecedor, cozinha com todos os utensílios necessários. Além disso, tivemos uma faxineira  2 vezes na semana, serviço incluído na locação.  Outra boa surpresa é que encontramos - cortesia dos locadores -  leite, água mineral,  cervejas, biscoitos, ou seja, tudo que se necessita no primeiro momento, sem necessidade de corrida ao supermercado. 
Um lembrete: Os corretores são muito profissionais e exigentes, especialmente no que se refere ao horário de chegada ao imóvel. Na hora marcado estão à sua espera para lhe entregar o imóvel e atrasos certamente implicarão em transtorno. Não esperam e você tem que se dirigir à imobiliária, que ainda lhe cobrará uma multa. Portanto, se você locar um imóvel, marque o horário de chegada com boa folga. Além de pagar no ato o valor da locação (U$1.000,00 por sete noites), deixamos mais U$1.000,00, também em espécie, de caução, que nos foram devolvidos na saída. Por prudência, face aos inúmeros casos de falsificação de dólares, anotamos os números de série das cédulas que entregamos, informando ao corretor que queríamos receber de volta as mesmas entregues. Em resumo,  a locação foi altamente favorável pois pagamos uma diária de pouco mais de 70 dólares por casal, preço muito inferior ao cobrado nos hotéis de bom nível na cidade.
Sala do apartamento alugado na Recoleta
Salas do apartamento

Quarto do casal do apartamento alugado na Recoleta

Cozinha do apartamento alugado na Recoleta
Cozinha

Passeios em Buenos Aires


Buenos Aires, sabemos todos, é uma cidade que concentra uma enorme quantidade  de cafés, bares, bistrôs e restaurantes. Mas não é só na culinária que se destaca: possui um admirável patrimônio cultural, com seus museus, parques e jardins bem cuidados, belíssimos edifícios, teatros e, é claro, inúmeras casas de tango e milongas. 
Como sua topografia ajuda, conhecê-la a pé é, sem dúvida, a melhor das opções. Nesses 7 dias de permanência na cidade, deixamos o carro no estacionamento e utilizamos táxis poucas vezes. Caminhamos muito, estimulados pela temperatura muito baixa. No domingo, caminhamos da Recoleta, onde nos hospedamos, até San Telmo, para visitar a feira, num trajeto de mais de 5 km, curtindo as belas ruas e monumentos da cidade. Essa feira traz algum interesse, é sempre superlotada.  Mas para quem curte antiguidades, melhor mesmo é visitar as inúmeras lojas de San Telmo nos dias úteis, sem a feira, ocasião em que você pode "fuxicar" as lojas com tranquilidade e descobrir coisas muito interessantes. Mas como as mulheres curtem mais essas barracas de artesanatos, antiguidades e bujigangas mais diversas, para os homens há a opção dos bares ao redor da praça, ou, melhor ainda, tomar uma cerveja no Mercado de San Telmo, nas proximidades da feira, uma construção bonita do século XIX, repleto de lojinhas e alguns bares.
E, finalmente, almoçar no La Brigada, ótimo restaurante com excelentes carnes. Mas fique atento: só aceitam reservas para o primeiro horário, 12h. Mais tarde, é disputar um lugar na barra (balcão) e tomar uma Quilmes enquanto aguarda o seu lugar.
Interior da Parrilla La Brigada - San Telmo

Restaurante La Brigada San Telmo Buenos Aires
Parrilla La Brigada - San Telmo






Pelas ruas de B Aires


A Recoleta, onde alugamos o apartamento, é um dos mais tradicionais bairros de Buenos Aires e onde estão alguns dos mais luxuosos  hotéis - Caesar Park, Alvear, Park Hyatt e as  lojas das grandes marcas internacionais, como Armani, Valentino, Ermenegildo Zegna, Ralph Lauren e outras. Os preços, é claro, não são nada convidativos mas, ainda que você não compre, o passeio vale a pena. Os turistas apreciam também visitar o cemitério da Recoleta, com seus túmulos suntuosos das tradicionais famílias portenhas e famosos como Evita Peron. Mas vale a pena mesmo, pela grandiosidade de suas tumbas e mausoléus.

Vista da Calle Posadas
R. Posadas - Recoleta
Cemitério da Recoleta Buenos Aires
Cemitério da Recoleta

Bares e restaurantes em Buenos Aires


 Em grande número na cidade, não faltam informações e dicas disponíveis em todos os meios de comunicação. Limitamo-nos a falar um pouco sobre alguns que frequentamos e  causaram-nos boa impressão, tanto pela qualidade, quanto pelo custo/benefício. E, também, que não são os que já fazem parte de todas as indicações e guias da cidade, como Cabana Las Lillas, La Biela, etc.   Na Recoleta, destacamos o El Sanjuanino  (Posadas, 1.515) e o Cumaná (Rodrigues Peña, 1.149), ambos um misto de bar e restaurante. O El Sanjuanino tem uma tradição de 50 anos, sua especialidade são as empanadas consideradas as melhores de Buenos Aires. Os porteños tem o hábito de comprá-las no balcão, embaladas para viagem, causando até filas. Tem um cardápio reduzido, bom preço e qualidade. Como não dispõe de muitas mesas e não aceitam reservas, é bom chegar cedo. O Cumaná, sempre lotado, serve comida típica da Argentina, por isso mesmo muito frequentado pelos locais (a maioria jovens). Serve pizzas, calzones, algumas massas e sanduiches diversos, além das empanadas. As porções são generosas e suficientes para compartir (dividir). O vinho não é o forte da casa, mas servem uma boa cerveja artesanal da Patagônia. Com uma decoração interessante, a cozinha e o forno a lenha são abertos para o salão. 
El Sanjuanino Restaurante na Recoleta Buenos Aires
El Sanjuanino
Quadro na parde do El Sanjuanino

Restaurante Cumaná Recoleta Buenos Aires
Cumaná

No centro da cidade - San Nicolás - merecem registro o Tancat   (Paraguay 645) e Dadá Bar & Bistrót (San Martin 941). Se você vai passar o dia circulando pela  CALLE FLORIDA,  pense em almoçar no Tancat e relaxar num happy hour no Dadá. O Tancat, além de ser um ótimo restaurante - faça reserva pois é sempre lotado - tem uma decoração muito interessante. Ao longo dos anos, os clientes foram deixando seus cartões de visita afixados nas estantes e balcão, além de cédulas dos mais diversos países. Hoje espalhadas por todos os cantos da casa, dão um aspecto diferente e interessante na decoração. Quanto ao Dadá Bistrót, a ótima comida, uma boa carta de vinhos e um ambiente acolhedor, fazem do local uma ótima opção para o fim de tarde.
Interior do Dadá Bistrót

Dadá  Bistrót

Proprietário do restaurante Dadá Bistró
Dadá Bistrót- proprietário

Tango e milonga em Buenos Aires


Optamos pelo  tradicional Café Tortoni. Ao contrário das luxuosas  produções de outras casas do gênero, com ingressos muito caros,  o show do Tortoni é num ambiente pequeno, intimista, onde você fica a poucos metros dos protagonistas.  O preço do ingresso é razoável, e você paga o que consome, atendido por garçons experientes e atenciosos. Achamos que foi uma ótima opção.


Show de tango- Café Tortoni

Tango - Café Tortoni


Compras em Buenos Aires


A argentina, na atual fase, deixou de ser um paraíso de compras para nós brasileiros. Os preços já não são convidativos como antes e não diferem muito dos praticados aqui. É claro que vale visitar o magnífico comércio da cidade, suas belas lojas e shoppings, livrarias fantásticas como El Ateneo (av. Santa Fé, 1860), considerada uma das mais bonitas do mundo. 
No mais, não acredite muito naquela história de que bastam 2 ou 3 dias para uma viagem à capital argentina.  A cidade é linda, há muito que se ver, procure fazer as coisas calmamente, dedique uma parte do seu tempo para curtir seus maravilhosos cafés, uma verdadeira instituição porteña,  onde você pode pedir um café e passar horas lendo ou deixando o tempo passar sem ser incomodado, imaginando que aquelas mesas já foram frequentadas por Borges, Cortazar e Gardel.
13.06 -Quase com pesar, após sete dias, deixamos B. Aires e seguimos para Santa Fé, no centro-leste da Argentina, já no caminho escolhido para a  volta para casa, que será narrado no próximo post.

Leia também outros post sobre a viagem