Relato de viagens. Compartilhando experiências, dicas criativas, fotos e orientações práticas para você programar a sua viagem. E Vamos Nessa!

Compartilhe

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Semana Santa em São João del Rei

Com o passar dos anos, as cerimônias católicas da Semana Santa foram abandonando parte dos costumes e rituais antigos, adaptando-se aos novos tempos e às novas orientações da Igreja. A Igreja tem mesmo que evoluir e se adaptar aos novos tempos para evitar a perda de fiéis, fato que ocorre permanentemente em seu seio. Assim, foram substituídas as cerimônias em latim e as músicas do canto gregoriano. Mas não foi um assunto bem resolvido, pois às vezes presenciamos algumas adaptações  do que se passava antigamente, numa mistura do antigo e do novo que parece não convencer muito os fiéis. Algumas representações da Paixão de Cristo utilizam personagens humanos, artistas amadores que, por falta de treinamento e direção, por vezes beira o ridículo. Acredito que a Igreja Católica precisa encontrar um ponto de equilíbrio para que as cerimônias da Semana Santa cumpram sua finalidade de incentivar seus fiéis a momentos de recolhimento e oração.

As cerimônias litúrgicas em São João del Rei


Em São João del Rei-MG, é diferente. Lá, desde o início da Quaresma, são mantidas as tradições das cerimônias com fidelidade, acredito que com pequenas adaptações para não ferir a liturgia e ritualística atual.
As cerimônias litúrgicas são conduzidas por um cerimonial impecável, abrilhantadas por orquestras centenárias e seus  corais afinadíssimos, que reproduzem a música sacra e o canto gregoriano com maestria, ajudados pela boa acústica de suas belíssimas igrejas. Tudo isto acaba por emocionar a todos que as assistem, religiosos ou não, e explica o grande número de turistas que acorrem àquela cidade nessa ocasião, calculados em 10.000 aproximadamente.
Os eventos religiosos acontecem durante toda a quaresma: Via sacra nas igrejas e pelas ruas, nestas com  paradas nos passinhos(tratam-se de pequenas capelas ou grandes oratórios, como queiram) , procissão do Encontro, Setenário das Dores, e outros.
Capela em São João Del Rei por onde passa a Via Sacra
Capela ou passinho - VI estação-R.Getúlio Vargas
Catedral Basílica do Pilar

As cerimônias litúrgicas da semana santa - do Domingo de Ramos ao Domingo da Páscoa - transcorrem sempre na Catedral Basílica do Pilar, que os Sanjoanenses chamam de Matriz, e são todas acompanhadas pela Orquestra Ribeiro Bastos, bicentenária, e seu coral, em apresentações imperdíveis.



Coral na Catedral Basílica do Pilar - São João Del Rei
Orquestra Ribeiro Bastos e coral

Domingo de Ramos

 A procissão, com os fiéis portanto seus ramos, sai da Igreja N. Sra. do Rosário para a Catedral, onde é celebrada a missa, com destaque para o Canto da Paixão, que é o   Evangelho cantado  em latim e canto gregoriano, com a participação da orquestra e coral.

Ofício de Trevas 

 Apesar do nome "tenebroso", são belíssimas orações, salmos e leituras executadas em canto gregoriano e em latim, que em São João ocorrem na quinta, sexta e sábado,  pela manhã, às 9h. As músicas são de autoria de compositores sanjoanenses do século XIX. Se você se dispôs a assistir a semana santa, não deixe de comparecer a pelo menos um dos Ofícios. De preferência ao primeiro, pois, se for ao último, poderá se arrepender de não ter participado dos anteriores.
Castiçal usado no Ofício de Trevas

Sexta-feira Santa 

- Este é um dia para se dedicar totalmente às cerimônias, se você está curtindo, é claro.
Começa pela manhã, com o  Ofício de Trevas, continua pela tarde com o Sermão das 7 Palavras e a Cerimônia da Paixão às 15h. e termina com a cerimônia do Descendimento da Cruz na majestosa escadaria da igreja de Nossa Senhora das Mercês e a Procissão do Enterro, que é acompanhada por milhares de pessoas. Nessas cerimônias chamam a atenção os soldados romanos e  personagens do Antigo e do Novo Testamento, devidamente caracterizados. Para ver a procissão, procure se posicionar em um dos pontos já previamente marcados onde o cortejo para para ouvir o canto das "Santas Mulheres", seguido do coro e do tradicionalíssimo Canto da Verônica, todos executados magistralmente.
Descendimento da cruz na escadaria da Igreja Nossa Senhora das Mercês
Preparo da escadaria p/ descendimento
Sábado-Santo - Depois de tantas cerimônias religiosas, você merece um descanso durante o dia. Relaxe fazendo uma boa caminhada pelas ruas da cidade e em seguida vá almoçar na  vizinha Tiradentes (a 8 km), Lá você encontra grande número de restaurantes de boa cozinha mineira, como o Virada's do Largo - Rua do Moinho, 11 - da simpática chef Beth, onde vários dos ingredientes de sua cozinha são produzidos na horta dos fundos do restaurante.


Avenida Leite de Castro São João Del Rei
Canteiro central da av. Leite de Castro

Prato tutu a mineira em Tiradentes - MG
Virada's do Largo -Tutu a mineira
Virada's do Largo -Misturinha crocante em Tiradentes - MG
Virada's do Largo -Misturinha crocante
Ainda no sábado, à noite, você poderá assistir na Matriz à Vigília Pascal que, após algumas cerimônias,  termina com a festiva Missa de Páscoa.

DOMINGO DE PÁSCOA

 - Além da missa solene pela manhã, às 16h sai a procissão do Santíssimo Sacramento, que percorre o itinerário tradicional, pelas ruas enfeitadas com magníficos e artísticos tapetes de flores, elaborados pela população e artistas locais. No trajeto, o repicar dos sinos das igrejas e a banda de música dão um toque especial e festivo na comemoração da Ressurreição. 
Tapete de flores para a procissão do Santíssimo Sacramente

Tapete de flores para a procissão do Santíssimo Sacramente
Ruas enfeitadas para a procissão

OS SINOS DE SÃO JOÃO DEL REI -  Os sinos das igrejas merecem um capítulo à parte. São João chega a ser citada como " a cidade onde os sinos falam". Todas as igrejas tem sinos pequenos, médios e grandes, de sons variados, e que tem até nome: sino Daniel, sino João Evangelista e assim por diante. Seus toques são simples, duplos e repiques, fúnebres ou festivos, todos com sua "linguagem" própria, cujo significado é facilmente entendido pelos sanjoanenses. Na Semana Santa constituem um espetáculo à parte, imperdível.


 Hospedagem

 - Conta com boa rede hoteleira, disponíveis nos sites especializados com o Booking, por exemplo. No caso da Semana Santa e se o foco principal for acompanhar as cerimônias, sugiro dar preferência à hospedagem no centro histórico, que pode ser todo percorrido a pé.

Restaurantes

-Come-se bem em São João, como de resto em quase todas as tradicionais cidades mineiras, mas a cidade carece de uma oferta maior de restaurantes para atender o variado gosto dos turistas, cada vez mais frequentes. Mas isto jamais será  problema, face à proximidade da cidade de Tiradentes, esta sim conhecida nacionalmente pela qualidade de sua culinária.
São João foi fundada no final do século XVII e conserva até hoje inúmeros casarões no seu centro histórico,  alguns transformados em museus, constituindo belíssimos exemplares  da arquitetura colonial mineira.

Centro histórico São João Del Rei - MG


A semana santa de São João rivaliza com o carnaval, outra grande festa da cidade que atrai milhares de pessoas, jovens em sua maioria. Dessa forma, o sagrado e o profano convergem  para chamar a atenção dos turistas para esta histórica e bela cidade mineira.

Capa do livro - Piedosas e Solenes Tradições de nossa Terra
Capa do livro - Piedosas e Solenes Tradições de nossa Terra
Àqueles que optarem pela visita à cidade na Semana Santa, recomendo a aquisição do livro acima - PIEDOSAS E SOLENES TRADIÇÕES DE NOSSA TERRA -  disponível ao lado da Matriz. Transcreve todas as cerimônias e seu significado, numa edição primorosa, e a ele recorri sempre que tive dúvidas para lhes fazer o  relato acima.
Em resumo, passar a Semana Santa em São João del Rei é uma imersão na tradição das cidades históricas mineiras e uma oportunidade única de ouvir a sonoridade inigualável do canto gregoriano, executada diariamente por orquestras e corais de altíssimo nível.