Relato de viagens. Compartilhando experiências, dicas criativas, fotos e orientações práticas para você programar a sua viagem. E Vamos Nessa!

Compartilhe

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Polícia Caminera Argentina: Viagem de carro


Na viagem que fizemos de Brasília a Buenos Aires de carro, uma das etapas do planejamento que gerou muita pesquisa e preocupação foi o trajeto de volta - Buenos Aires a Foz do Iguaçu, motivada pelos inúmeros relatos lidos sobre a corrupção da Polícia Caminera Argentina ou Polícia Rodoviária.

Iniciamos a viagem no dia 25 de maio de 2012 e chegamos de volta a Brasília no dia 19 de junho, depois de rodarmos 7.175 km. Utilizamos nesta viagem uma camionete Hilux cabine dupla movida a Diesel que nos proporcionou uma enorme economia. Gastamos R$1.503,14 de combustível, ressaltando que  não tivemos nenhum aborrecimento com o carro e nem com as estradas e o trânsito.

O nosso roteiro foi partindo de Brasília e visitando Curitiba, Gramado, Bento Gonçalves, Chui, Punta del Este, Montevidéu e Colônia del Sacramento, onde  atravessamos o Rio da Prata para Buenos Aires.

De Buenos Aires a Foz do Iguaçu foram 1.700 km pelo interior da Argentina, passando por belas cidades como Rosário, Santa Fé, Paraná, Corrientes e Posadas. Todo o trecho  constituído de  retas intermináveis, estradas boas e bem sinalizadas  acompanhando o curso do rio Paraná.

Este trajeto foi todo ele percorrido pela Ruta 12, que une as províncias de Buenos Aires, Entre rios, Corrientes a Missiones.   Fomos parados pela polícia Argentina, uma única vez, em um posto policial, próximo a cidade de La paz província de Entre Rios.

Os policiais solicitaram os documentos do carro, a carteira de motorista e o seguro Carta Verde. Após exame dos documentos nos mandaram seguir viagem. No trajeto encontramos mais cinco barreiras policiais e em nenhuma fomos parados.

Quem sabe só porque levamos à risca todas as exigências da polícia argentina não fomos importunados? Nos relatos lidos há até a recomendação de levar uma carteira com pesos argentinos trocados para pagar a propina dos policiais. Abaixo a relação de acessórios exigidos pela polícia argentina, retirado do site Mochileiros.com no relato de São Paulo a Buenos Aires de carro.

Lista de acessórios solicitados para os veículos em trânsito pela República Argentina

  • Dois triângulos
  • Um extintor de incêndio com data de validade vigente
  • Caixa de primeiros socorros
  • Cinto de segurança
  • Apoiadores de cabeça
  • Seguro contra terceiros (Seguro Carta Verde)
  • Cabo para reboque de 1,5 a 3 metros (Cambão)
  • Autorização para conduzir na República Argentina no caso de não ser o proprietário do carro
  • Documento original de propriedade do carro
  • Solicita-se que os veículos que possuem entrada para reboque e (bolota de aço) e não podem levar Moto-Home ou reboque que retirem a mesma
  • Não existe nenhuma legislação argentina ou requisito de lençol branco ou "mortalha plástica"
Adquirimos também um adesivo plástico indicador de velocidade máxima utilizados nos carros utilitários. Quando pegamos a Ruta 12 observamos que todos os utilitários tinham este adesivo colocado em um lugar visível. Como estávamos trafegando com uma camionete Hilux, e não queríamos nenhum motivo para sermos questionados pela polícia, adquirimos o adeviso por 38,00 pesos argentinos num posto de gasolina próximo a cidade de La Paz - Entre Rios.

Carta Verde


É o seguro obrigatório para os veículos brasileiros de passeio ou aluguel, quando em viagens aos demais países do Mercosul (Argentina, Paraguai e Uruguai), que garante ao usuário cobertura de RCF, cobrindo danos materiais e corporais, nos limites estabelecidos na apolice. Informações detalhadas no site da CNseg

Em Brasília este seguro foi adquirido na Distrital Corretora de Seguros e Representações LTDA com o corretor Orlando Ribeiro, Telefones: 61-33719800 e 61-99895916, email: distritalseguros@gmail.com Paguei o preço de tabela da seguradora Sul America - R$146,00 por 15 dias. Para 3 dias o valor é de R$48,00, e 30 dias R$216,00

Outros Blogs que nos alertam sobre os policiais argentinos

FalconOnlina - Ruta Nacional 14 (Argentina) Policiais Corruptos

Viajando de carro - Corrupção da polícia

Entrar na Argentina pelo sul evitando Entre Rios e Corrientes

Problemas com a Polícia Camineira Argentina

E você, já viajou de carro pelas estradas argentinas? teve aborrecimentos, ou não, com a polícia argentina?
Deixe o seu comentário sobre a sua experiência.