Relato de viagens. Compartilhando experiências, dicas criativas, fotos e orientações práticas para você programar a sua viagem. E Vamos Nessa!

Compartilhe

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Mendoza – Rota dos vinhos



Mendoza posui mais de 1.200 bodegas responsáveis por 70% dos vinhos produzidos na Argentina.
Mendoza, em novembro de 2005, foi classificada como uma das oito capitais do vinho pela rede internacional Great Wine Capitals,  junto com Melbourne (Austrália) , Bourdeaux (França) San Francisco (USA), Porto (Portugal). Cidade do Cabo (África do Sul), Bilbao (Espanha) e Florença (Itália).

As adegas e vinícolas estão distribuídas em cinco regiões produtoras: Maipu, Godoy Cruz, Valle de Uco e Lujan de Cuyo. A maioria das adegas possui visitas guiadas com degustação.

O importante é fazer uma seleção prévia das bodegas que você gostaria de visitar por região e agendar a visita, quase todas possuem páginas na Internet. Dá trabalho, mas evita o transtorno da bodega naquele dia não estar aberta à visitação ou chegar fora do horário para o tour guiado.

Recomenda-se visitar o máximo de três bodegas por dia.
Há também a possibilidade de agendar estas visitas por uma agência de turismo locais ou contratar um serviço de táxi.

Os.táxis fazem o passeio a uma vinícola por ARS $250,00 dia.
Nós preferimos alugar um carro na Via rent a car, com quilometragem livre, GPS,ao custo de ARS $470,00, por dois dias.
Somente com GPS, ou um guia é possível encontras as bodegas, o acesso a elas é feito por estradinhas de terra com pouca sinalização. Levamos um GPS do Brasil, mas foi mais fácil operar o da locadora porque as bodegas já estavam assinaladas nos pontos de interesse, sem erro.

Indicações: